Grinder, uma steak house com muito estilo

Grinder, uma steak house com muito estilo

O nome curioso – Grinder (Moedor) – pode indicar uma hamburgueria, mas o cardápio desse restaurante de Montreal tem muito mais que isso. O forte do menu são mesmo as carnes, mas as opções vão dos pratos crus como os bifes tártaros, tatakis, ceviches e carpaccios aos grelhados e assados.

E há também uma variedade de peixes e frutos do mar e até pratos vegetarianos.

Dito isso, o Grinder não é um restaurante para quem quer apenas “comer”. É um lugar atraente para ver e ser visto, com uma atmosfera animada e gente bonita e descolada.

Esse é mais um espaço badalado da rua Notre-Dame, no coração de Griffintown, um bairro dinâmico e promissor no sudoeste de Montreal, onde o metro quadrado é hoje um dos mais valorizados da cidade. Novos empreendimentos residenciais e comerciais arrojados e contemporâneos se misturam à arquitetura industrial dessa antiga zona portuária, fazendo de toda a região uma atração à parte.

O Grinder tem esse charme, com um projeto muito original por conta de Zébulon Perron, que é o designer dos lugares da moda por aqui. Para o Grinder, que fica num terreno onde até pouco tempo atrás existia uma vila de antiquários, ele criou um ambiente que combina esse estilo vintage com elementos modernos, com muito vidro e metal. O super criativo Zébulon fez jardins verticais nas paredes laterais e projetou um teto retrátil, que fica aberto no verão.

Inaugurado em 2013, o Grinder continua muito concorrido, e mesmo no inverno tem gente esperando do lado de fora. Quem não consegue mesa fica em volta do grande bar central, que serve drinks deliciosos e “tapas” variados. Quem prefere um bom vinho também não se decepciona: a adega do Grinder é bem fornecida, com vinhos de importação particular, e a lista se adapta às mudanças de estação.

Em tempo: quem gostar das carnes do Grinder pode levar pra casa: o restaurante tem um açougue do outro lado da rua, onde as carnes de qualidade e cortes especiais são expostas na vitrine de fachada art nouveau. Hã?? Ok, deixa essa para carnívoros muito sofisticados…

Related posts

Leave a Comment