About

 

About Cris Medeiros

Eu gosto muito de falar, de escrever e de contar histórias. Meus amigos dizem que eu gosto mesmo é de perguntar. É verdade, vivo fazendo perguntas, pergunto tudo pra todo mundo, sem nenhum constrangimento. Eu sou curiosa, quero saber tudo. Mas gosto mesmo  das histórias das pessoas. Tenho um interesse genuíno por gente. Sou assim desde pequena. Daí fui ser jornalista.

Comecei na revista Veja, na metade dos anos 80, assim que saí da faculdade de Ciências Sociais da USP. Poucos anos depois, Guibe, meu marido, foi fazer um doutorado e eu fui com ele para Paris, onde passei a escrever não só pra Veja, mas para quase todas as revistas da Editora Abril: Exame, Quatro Rodas, Playboy e as femininas Cláudia, Nova e Elle. Depois de um tempo, como a rede Globo não tinha escritório em Paris, fui convidada para  produzir matérias para o Jornal Nacional, Globo Repórter e Fantástico. Como jornalista, não poderia ter tido oportunidade melhor, porque esse período todo foi marcado por eventos que entraram para a História.  Foi dada a largada pra União Européia, os cientistas isolaram o vírus da AIDS,  os estudantes desafiaram as tropas chinesas na Praça da Paz Celestial,  caiu o Muro de Berlim, abriu-se a Cortina de Ferro e as  forças da Coalizão internacional derrubaram Saddam Hussein na Primeira Guerra do Golfo. Viajei muito, conheci muita gente e fiz zilhões de perguntas. Aprendi muita coisa.

Passados cinco anos de Europa, voltamos para o Brasil, e eu para a Editora Abril. Participei do lançamento da revista Caras, depois fui redatora chefe da ELLE e aí apareceu a Internet… e com isso se abriram as portas de um mundo literalmente sem fronteiras, do qual eu nunca mais saí. Quatro filhos depois, Guibe e eu decidimos vir cria-los no Canadá, e eu fui contratada pela CBC/Radio-Canada, a rede pública de televisão, radio e Internet do país. Voltei a ser repórter,  e mais tarde assumi a gestão de parcerias internacionais e da produção da programação multimídia destinada a países em desenvolvimento da Ásia, África, América Latina e Europa do Leste. Viajei muito mais, conheci muito mais gente e aprendi mais ainda.

Os filhos cresceram, estão começando a voar sozinhos e me deu vontade de realizar um projeto pessoal, que tenha a ver com o momento que vivemos hoje. Quero continuar aprendendo, conhecendo gente e contando histórias, mas agora não desejo mais falar de conflitos, tensões e  crises. Quero por foco na criatividade, nas boas iniciativas e atitudes, no bom gosto e no bom humor!

Então é isso…

About Carla Benghi

Carla é apaixonada por moda, viagens, gastronomia e lugares “trendy”. Mora em Montreal há mais de dez anos, em Westmount, um dos bairros mais bacanas da cidade, mas passa a metade do ano viajando pelo mundo afora. Sua casa, e principalmente seu closet, são uma coletânea de influências e tendências que ela combina com criatividade e um perfeito senso de estilo. Carla não é só uma fashion icon: seu interesse real está no impacto que a moda tem no comportamento das pessoas e na maneira como ela traduz a identidade de cada um. Jornalista e cronista, de 2004 a 2006 Carla teve  uma coluna semanal num programa da emissora canadense  Global TV, em que falava sobre turismo, artes e culinária brasileira. Ela agora é a dona da coluna Out & About deste blog.

 

About Paula Morais

Paula  veio pra Montreal ainda garota, para estudar, e nunca mais foi embora. Casou, teve duas filhas, virou empresária e “trend setter”. E não só isso: há anos desenvolve um trabalho humanitário muito dedicado com refugiados e com crianças órfãs no Cambodia, e ainda faz uma especialização em Comércio Internacional na Universidade de Montreal. Dinâmica, empreendedora, curiosa e muito antenada, Paula tem um estilo casual/chic que combinado com sua espontaneidade e determinação faz dela uma “assessora” muito descolada!